Artigos e Publicações

Empresas devem atentar às mudanças de alíquota do IPI

Empresas devem atentar às mudanças de alíquota do IPI

Publicado em 01/04/2022

Atualização dos softwares tributários precisou ser feita de forma emergencial

 

Com a publicação em fevereiro, pelo governo federal, do Decreto nº 10.979/2022, foram reduzidas as alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), regulamentadas pelo Decreto 8.950/2016 (TIPI). A mudança é válida para todas as operações realizadas a partir de 25 de fevereiro de 2022.

“É preciso enfatizar que as alíquotas dos produtos classificados no Capítulo 24 da TIPI (tabaco e seus sucedâneos manufaturados) não sofreram alterações. Já os percentuais aplicáveis aos automóveis e veículos classificados na NCM 8703 foram reduzidos em 18,5%. Para todos os demais produtos, a redução foi de 25%”, explica a advogada do Departamento Tributário da Andersen Ballão Advocacia, Barbara das Neves.

As atualizações tributárias foram além: também estão alteradas as seguintes Notas Complementares: 84-3 (referente a reatores nucleares, caldeiras, máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos e suas partes), 87-3 a 87-6 (relacionadas a veículos automotores, tratores, ciclos e outros veículos terrestres, suas partes e acessórios) e 88-2 (aeronaves e aparelhos especiais e suas partes).

Apesar da vantagem na redução, é natural surgirem dúvidas por parte das empresas sobre como calcular o novo percentual das alíquotas – ou mesmo como reaver o imposto pago indevidamente nos primeiros dias da vigência do Decreto, pois os sistemas eletrônicos precisaram ser atualizados com urgência, e isso nem sempre foi possível.

“Visto que a atual Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (TIPI) possuía vigência até o dia 31 de março deste ano, e que as reduções estavam atreladas à tabela até então aplicável, existiam dúvidas quanto à manutenção da redução para o futuro. No entanto, foi publicou o Decreto n° 11.021/2022, em edição extra do Diário Oficial, prorrogando a nova tabela TIPI para o dia 1º de maio de 2022. Ademais, a Receita Federal publicou nota esclarecendo que está preparando nova minuta de Decreto para que a redução do IPI não sofra qualquer alteração após a substituição da nova Tabela TIPI, válida a partir do dia 1º de maio”, esclarece Barbara. “Seguiremos monitorando novas atualizações do assunto e nos colocamos à disposição para esclarecimentos adicionais e providências necessárias.”

Matérias Relacionadas

Lei Complementar sobre diferencial de alíquotas do ICMS traz insegurança jurídica a contribuintes

Lei Complementar sobre diferencial de alíquotas do ICMS traz insegurança…

Planejamento tributário do ano deve levar em consideração mudanças na lei, apesar da discussão ainda em andamento Não é de hoje que a cobrança do…

Leia mais
Desoneração da folha de pagamento é prorrogada para 17 setores até 2023

Desoneração da folha de pagamento é prorrogada para 17 setores…

Continuidade do benefício, que venceria agora em dezembro, deve receber a sanção presidencial   O fim de ano trouxe um alívio para empresários de 17…

Leia mais
Atraso na Reforma do IR traz insegurança jurídica aos contribuintes

Atraso na Reforma do IR traz insegurança jurídica aos contribuintes

Planejamento tributário de 2022 pode ser baseado na situação atual, porém com atenção às possibilidades de mudança   A demora na tramitação da reforma do…

Leia mais