Artigos e Publicações

Panorama do mercado jurídico

Panorama do mercado jurídico

Publicado em 07/01/2020

Confira as projeções para a advocacia em 2017 e como a Andersen Ballão está se posicionamento neste contexto

No final de 2016, a consultoria Robert Half divulgou uma pesquisa sobre como os escritórios de advocacia nacionais lidaram com a crise econômica que assolou o Brasil durante o ano passado. O estudo verificou que as bancas que souberam se reavaliar e se reposicionar conseguiram se adaptar à realidade do mercado com excelência trazendo para 2017 novas tendências no campo da advocacia.

A ampliação do escopo de trabalho, a especialização dos processos de gestão jurídica, o desenvolvimento de competências empreendedoras entre os advogados, a capacitação de trabalho em diferentes idiomas. Essas foram algumas das reações dos escritórios de advocacia diante da crise, de acordo com o levantamento da Robert Half.

Como tendência para 2017, a gerente sênior da consultoria, Mariana Horno, sinaliza: “bancas mais especializadas cada vez mais têm feito associações e parcerias para ampliar o escopo de atuação do escritório. Dentro das empresas, a tendência é de que altos executivos aumentem suas atividades, acumulando funções de compliance e jurídico, por exemplo”.

Em consonância com o estudo da Robert Half, a 11ª edição do Anuário Análise Advocacia 500 também identifica transformações no universo da advocacia citando a profissionalização da gestão e a mensuração de resultados como tendências.

Em matéria de abertura de sua última edição, o Anuário verificou que as bancas mais admiradas do Brasil estão, em sua maioria, posicionadas como abrangentes: “há 11 anos, a maior parte dos escritórios era full service. Hoje, a representação dos escritórios especializados recuou. No Brasil de 2016, a economia se sofisticou, as empresas profissionalizaram sua gestão e o advogado negocia com o cliente falando diretamente e apresentando soluções claras com resultados mensuráveis”.

A Andersen Ballão Advocacia caminha em sintonia com as tendências apontadas acima. Em 2012, a contratação de consultoria especializada em Gestão de Serviços Jurídicos e o investimento em setores gerenciais revolucionou diversas áreas do escritório. Desde então, por meio da contratação de profissionais e fornecedores especializados, a ABA vem aprimorando seus setores de Gerência Jurídica, Financeiro, Controladoria Jurídica, Recursos Humanos e suas estratégias de Comunicação.

Matérias Relacionadas

Métodos alternativos de resolução de conflito estão no DNA da Andersen Ballão Advocacia

Métodos alternativos de resolução de conflito estão no DNA da…

Negociação, conciliação, mediação e arbitragem são especialidades da banca e prática dos advogados da casa   O Brasil é o quarto país em número de…

Leia mais
Desoneração da folha de pagamento é prorrogada para 17 setores até 2023

Desoneração da folha de pagamento é prorrogada para 17 setores…

Continuidade do benefício, que venceria agora em dezembro, deve receber a sanção presidencial   O fim de ano trouxe um alívio para empresários de 17…

Leia mais
Empresas nacionais e com sede no exterior devem estar atentas à indicação do Beneficiário Final

Empresas nacionais e com sede no exterior devem estar atentas…

Instrução Normativa da Receita Federal indica a necessidade do registro em prazo de 90 a 180 dias da inscrição no CNPJ   É longo o…

Leia mais