Artigos e Publicações

ABA formula o Marco Legal do Biogás em Santa Catarina

ABA formula o Marco Legal do Biogás em Santa Catarina

Publicado em 7 de janeiro de 2020

Esse é o primeiro documento no Brasil que traz uma legislação estadual específica para o setor

A Andersen Ballão Advocacia, em conjunto com a JMalucelli Ambiental – ambas associadas da ABiogás (Associação Brasileira de Biogás e de Biometano) – e a Fundação Certi (Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras) desenvolveram o documento que oficializou o Marco Legal do Biogás em Santa Catarina, determinando um novo estágio para esse setor no Brasil. Santa Catarina é o primeiro estado brasileiro preparado para uma política específica que contemple o desenvolvimento sustentável do biogás.

À frente de questões tributárias, o Advogado Monroe Olsen, sócio do escritório Andersen Ballão Advocacia e também conselheiro da ABiogás, destaca que o Marco Legal está alinhado à realidade de Santa Catarina. Avalia ser um estado de ponta em questão de políticas tributárias e normas ambientais e regulatórias da agroindústria, agregando muito para que o poder público, aproveitando o que já é ponto forte, construa um conjunto de normas e atenda tais questões de maneira ainda mais eficiente.

“Trouxemos várias possibilidades legislativas que pudessem dar segurança jurídica com a devida adaptação à realidade local. Uma nova economia deverá surgir em Santa Catarina baseada em recursos energéticos já existentes em todo o seu território e totalmente alinhada com as metas de redução de emissões e com potencial gigantesco de atração de novos investimentos e geração de empregos e renda”, avalia Monroe.

A elaboração do Marco Legal foi coordenada e financiada pela Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca em conjunto com a Fapesc (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina). Também contou com o apoio da Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, que foi responsável por conduzir a agenda legislativa, bem como de diversos órgãos governamentais, entidades de pesquisa e universidades.

Em quase mil páginas, o documento faz um raio-x detalhado sobre o potencial do biogás catarinense apontando os pontos de maior geração, os potenciais segmentos e grupos de consumidores desse tipo de energia, estudando as redes de distribuição, geração e aproveitamento do biometano e, assim, traz meios para promover o uso do biogás e do biometano como fontes de energia. A expectativa é de que o plano percorra as instâncias políticas estaduais rapidamente e seja convertido em lei em breve.

Matérias Relacionadas

Comemorações dos 160 anos de Andersen destacam legado valioso do pai da pintura paranaense

Comemorações dos 160 anos de Andersen destacam legado valioso do…

Museu Casa Alfredo Andersen promoveu semana de eventos virtuais que celebraram e educaram a respeito das artes   No mês em que Alfredo Andersen completaria…

Leia mais
Processo migratório laboral para o Brasil e LGPD na saúde suplementar foram debatidos pelos times da ABA em novembro

Processo migratório laboral para o Brasil e LGPD na saúde…

Oportunidade de disseminar informações no mundo virtual tem sido amplamente utilizada pelo escritório ao longo do ano   Motivada por dúvidas frequentes de seus clientes…

Leia mais
Comprovação de dispêndios do programa Rota 2030 é postergada

Comprovação de dispêndios do programa Rota 2030 é postergada

Saiba a importância da adequação dos dados para garantir esse benefício fiscal destinado ao setor automotivo   Um dos programas de incentivo fiscal mais úteis…

Leia mais