Artigos e Publicações

Andersen Ballão Advocacia aumenta seu quadro de Sócios Coordenadores

Andersen Ballão Advocacia aumenta seu quadro de Sócios Coordenadores

Publicado em 7 de janeiro de 2020

Com o crescimento constante da demanda de serviços e o aumento de sua equipe, a Andersen Ballão Advocacia dediciu ampliar seu quadro de sócios-coordenadores. O escritório apostou no talento de sua equipe e promoveu à função de sócios-coordenadores cinco jovens advogados que, há muito tempo, vêm demonstando grande capacidade técnica e principalmente senso de liderança e visão de futuro.

Todos os envolvidos comemoram a promoção, ao mesmo tempo em que buscam atender da melhor forma a nova responsabilidade assumida. “Recebi com muita alegria e satisfação o convite para fazer parte do grupo de sócios-coordenadores do escritório”, conta Vicente Ferrari, que assumiu a função de sócio-coordenador do Departamento Trabalhista em meados de 2018, ao lado de Enrico Nichetti e Edson Hauagge. “A ABA representa muito na minha vida e poder, de alguma forma, contribuir para o sucesso do escritório é gratificante.”

Da mesma forma, Maria Alice Boscardin passou a coordenar a equipe do Departamento Tributário em 2018, em conjunto com Marcelo Diniz. A dupla comanda os assuntos do setor tributário, incluídas não apenas as questões técnicas consultivas e processuais, mas também temas administrativos do departamento, como a gestão de pessoas, a coordenação das atividades, entre outras tarefas. “O grande diferencial está no nível de responsabilidade que assumi especialmente em termos técnicos, o que me leva a aprofundar constantemente o meu conhecimento em todas as áreas em que atuamos”, explica Maria Alice.

O Departamento Corporativo também conta agora com o auxílio dos jovens Natália Zanelatto e Rafael Cruz. “Nossas novas atribuições envolvem a coordenação da equipe, negociações com clientes e discussões de temas estratégicos. É um grande privilégio receber essas incumbências, que denotam a confiança em nossa competência e no desejo de construir um projeto de futuro alinhado com os valores do escritório”, explica Natália.

O sócio Rafael Cruz concorda. “É uma confirmação e um reconhecimento, aliados ao crescimento e à necessidade do escritório. Serve como mais um elemento de motivação para entregar trabalhos com ainda mais excelência e motivar as pessoas ao nosso redor.”

Cruz acredita que o maior acesso a informações servirá para aprimorar aquele que já é um ponto forte do escritório: o relacionamento.

No Departamento de Contencioso e Arbitragem, Rene Toedter, que assume a coordenação ao lado de Frederico Lourenço e André Bettega também cita a motivação dos demais como ponto alto da nova função. “Ao mesmo tempo que a promoção representa novas funções de coordenação e gestão, sinto-me com a enorme responsabilidade de continuar o crescimento do escritório para que esta porta, pela qual acabei de passar, permaneça aberta para outros advogados da ABA.”

Para o futuro, Maria Alice vê a Andersen Ballão com potencial de crescimento ainda maior para conquistar novos mercados e clientes. “Manteremos o padrão de excelência da ABA, com o qual os clientes estão acostumados. Temos uma equipe altamente capacitada e comprometida com o escritório.”

Para os clientes, é a garantia de atenção a todas as suas demandas no menor prazo possível, com uma análise de caso integrada e a qualidade do trabalho que já conhecem.

Matérias Relacionadas

Prorrogação de envio da Declaração de Imposto de Renda  traz alívio aos contribuintes

Prorrogação de envio da Declaração de Imposto de Renda traz…

Saiba também como doar sua restituição pelo Imposto Solidário a fundos cadastrados Com as dificuldades trazidas pela pandemia da covid-19, a Receita Federal adiou a…

Leia mais
Serviços aduaneiros estão no DNA da Andersen Ballão  Advocacia

Serviços aduaneiros estão no DNA da Andersen Ballão Advocacia

Escritório oferece assessoria multidisciplinar para prover soluções ágeis e completas no comércio exterior Com o crescimento nas vendas internacionais de commodities, estima-se que o Brasil…

Leia mais
IAOSP debate limites entre música universal e regional

IAOSP debate limites entre música universal e regional

Série de gravações de concertos e entrevistas com pensadores culturais repensa a hierarquização cultural presente nas artes O que é melhor, o universal ou o…

Leia mais