Artigos e Publicações

Energia renovável em ascensão

Energia renovável em ascensão

Publicado em 7 de janeiro de 2020

Andersen Ballão participa da formulação do Programa Nacional de Biogás e Biometano

O setor de biogás e biometano nunca cresceu tanto no Brasil como em 2016 e a Andersen Ballão Advocacia tem feito parte desta ascensão. O escritório participou neste ano da formulação do Programa Nacional de Biogás e Biometano (PNBB) – uma proposta integrada com iniciativas para o desenvolvimento deste mercado com fim energético. O documento foi elaborado em auxílio às autoridades gestoras dos setores da energia elétrica e combustível e apresenta elementos conceituais e informativos para o desenvolvimento de políticas públicas específicas para esta energia renovável.

Monroe Olsen, sócio do Departamento Tributário do escritório e membro do Conselho Fiscal da Associação Brasileira de Biogás e Biometano (ABiogás), e Rafael Filippin, sócio do Departamento de Direito Ambiental, foram os advogados da ABA envolvidos na elaboração do PNBB.

O documento cita inúmeras evidências científicas que revelam as vantagens do biocombustível. O Programa tem também como destaque a previsão de instituição de leilões de energia, simplificação tributária e desonerações na cadeia produtiva de equipamentos e insumos necessários à produção de biogás e biometano.

Rafael Filippin lembra que a Portaria 44/15, do Ministério de Minas e Energia, já estimula a geração de energia elétrica conectada à rede de distribuição, pelos microgeradores a diesel e a gás natural, utilizados como fonte de backup e para geração em horário de ponta. Entretanto, outros desafios esbarram em regulações de mercado que permitam o retorno dos investimentos privados em condições de mercado.

Destaque-se que os players do setor acreditam que subsídios à fonte não podem estar condicionados à intervenção federal ou a benefícios fiscais estaduais não totalmente alinhados no âmbito do CONFAZ ou regulamentados nos próprios estados da Federação, mas sim à competividade social, econômica e ambiental que o biogás tem como fonte para diversificação da matriz energética.

Segundo dados da ABiogás, o Brasil desperdiça mais de uma Itaipu e meia em energia de biogás por ano, o que equivale a 115 mil gigawatts-hora (GWh) de energia com o não aproveitamento dos rejeitos urbanos, da pecuária e agroindústria. O volume poderia abastecer quase 25% de toda energia elétrica consumida em 2015.

O vice-presidente da ABiogás, Alessandro Gardermann, atribui a baixa utilização do gás, se comparada ao enorme potencial, a um fator histórico, mas acredita que com o amadurecimento jurídico e tecnológico, o biogás e o biometano têm toda condição de entrar de vez na matriz energética brasileira.

“No passado havia a preocupação ambiental com a utilização do biogás, para tratamento dos resíduos orgânicos, mas faltavam os componentes jurídico e econômico. A regulação da época e a pouca confiabilidade dos sistemas não estavam aptas a atender às demandas do setor energético. Hoje, o Brasil já tem unidades comerciais operando em todas as escalas com tecnologias ambientalmente, energeticamente e economicamente sustentáveis”.

Sobre a ABiogás

A Associação Brasileira de Biogás e Biometano (ABiogás) é uma organização fundada em 2013, com o objetivo de congregar os interesses dos vários agentes, tanto no Brasil quanto no exterior, que se dedicam ao desenvolvimento, produção e consumo do biogás e do biometano.

Tem ainda como objetivo promover a inserção definitiva do biogás e do biometano na matriz energética brasileira, por meio da cooperação dos diversos segmentos envolvidos em sua produção, regulamentação e utilização.

Matérias Relacionadas

Terceiro Setor busca recursos em projetos estruturados e de longo prazo para enfrentar crise da covid-19

Terceiro Setor busca recursos em projetos estruturados e de longo…

Dicas para organizações incluem a personalização na busca por apoiadores financeiros e fundos filantrópicos   Apesar da forte onda de solidariedade por conta da crise…

Leia mais
Nova lei moderniza recuperação de empresas em dificuldade

Nova lei moderniza recuperação de empresas em dificuldade

Lei nº 14.112/20 facilita a concessão de financiamentos, o parcelamento de dívidas tributárias e a negociação com credores para evitar a decretação de falência  …

Leia mais
ABA e Alltech: 25 anos de parceria e confiança

ABA e Alltech: 25 anos de parceria e confiança

Empresa americana aposta na expertise e vasto conhecimento dos profissionais da Andersen Ballão Advocacia em legislações internacionais e outras áreas do direito   No Brasil…

Leia mais