Artigos e Publicações

ABA apoia filme-concerto com obra de Chaplin

ABA apoia filme-concerto com obra de Chaplin

Publicado em 07/01/2020

Na última quarta-feira, a Orquestra Sinfônica do Paraná amplificou o drama do filme Luzes da Cidade no Teatro Positivo, sob regência do maestro Stefan Geiger

Entre as várias áreas do Direito atendidas pela Andersen Ballão Advocacia estão o 3º Setor e Assuntos Culturais. Faz parte do trabalho do escritório apoiar e desenvolver projetos que aproximem a arte e a cultura da realidade das pessoas. Por isso, o escritório foi um dos apoiadores do evento CHAPLIN – CITY LIGHTS, Filme-Concerto com a Orquestra Sinfônica do Paraná – Série de Apresentações Extravagantes, que aconteceu no Grande Auditório do Teatro Positivo no dia 26 de setembro.

A ação fez parte das comemorações de 10 anos do Teatro e iniciou um calendário anual de atrações voltadas à música clássica e erudita. O objetivo da apresentação foi unir a arte e a genialidade do cinema-mudo de Charles Chaplin ao som do mais tradicional grupo de música erudita do Paraná.

A fusão atraiu o interesse dos amantes das duas linguagens, e o evento reuniu mais de 1,3 mil espectadores. “Foram quase duas horas de puro encantamento, em que o público acompanhou a trilha sonora do filme Luzes da Cidade (CITY LIGHTS), tocada ao vivo pela Orquestra Sinfônica do Paraná, enquanto assistiu à projeção do filme no palco”, comenta Wilson José Andersen Ballão, sócio-fundador da Andersen Ballão Advocacia e presidente do Instituto de Apoio à Orquestra Sinfônica do Paraná (IAOSP).

O espetáculo contou com a condução do maestro alemão Stefan Geiger – titular da Orquestra Sinfônica do Paraná, corpo estável do Centro Cultural Teatro Guaíra, além de idealizador do Instituto de Apoio à Orquestra Sinfônica do Paraná (IAOSP). Ele destaca o desafio de montar a trilha ao vivo de uma obra tão grandiosa como Luzes da Cidade, ainda mais que o próprio Chaplin, além de ator, também produzia, dirigia e compunha as músicas de seus filmes. “Mesmo sem saber escrever música, ele narrava para compositores aquilo que queria ouvir e só aceitava quando estivesse exatamente do jeito que havia imaginado”, declara o maestro.

“Apoiar um evento como esse é uma honra, além de um desafio”, avalia Marcella Souza, coordenadora do Departamento de Assuntos Culturais e Terceiro Setor da Andersen Ballão. “Afinal, tudo precisava ser produzido em conformidade com The Chaplin Office [representante da família e obra do cineasta] e suas respectivas associações de direitos de imagem e reprodução das obras. Países como a França, Itália e Estados Unidos estavam envolvidos nas negociações para que tudo desse certo.”

Luzes da Cidade é um filme de comédia romântica americano produzido em 1931, estrelado, escrito e dirigido por Charles Chaplin, e conta a história de um andarilho que se apaixona por uma jovem florista cega. Neste filme, Chaplin revelou o auge de sua versatilidade, num momento crítico de sua carreira, quando o cinema mudo dava lugar à produção sonora. Assim, o filme ganhou um dramático acompanhamento musical e efeitos sonoros pontuais.

Matérias Relacionadas

Ombudsman da ABA quer dar ainda mais agilidade ao trabalho…

A ideia da atuação do ombudsman é fazer a ponte entre o advogado e o cliente quando necessário Objetivando um atendimento ainda mais personalizado e…

Leia mais

O que muda com a nova Lei sobre tributação de…

Advogado tributarista destaca que é essencial manter toda a documentação suporte, como  extratos bancários e balanços das empresas no exterior, para eventual apresentação à Receita…

Leia mais

A responsabilidade do empregador sobre atos do empregado

Apesar de ocorrer a responsabilização do empregador por ato do empregado, é possível que o empregador busque o ressarcimento por eventuais prejuízos causados pelo empregado…

Leia mais