Artigos e Publicações

ABA participa da elaboração da Lei do Biogás no Paraná

Publicado em 8 de janeiro de 2020

Os especialistas colaboraram com a estruturação do projeto de lei e agora acompanham os próximos passos

Um marco histórico para o Estado do Paraná. Foram mais de seis meses de trabalho envolvendo governo, entidades e especialistas para a promulgação da Lei 19.500/2018, que institui a Política Estadual do Biogás e Biometano, e que faz parte do Programa Paranaense de Energias Renováveis, a qual foi sancionada pela Governadora Cida Borghetti no último dia 21 no Palácio das Araucárias.

A equipe da Andersen Ballão Advocacia atuou como consultora do CIBIOGÁS – Centro Internacional de Energias Renováveis, uma instituição científica sem fins lucrativos que desenvolve projetos na área de energias renováveis durante a estruturação do texto-base do projeto de lei. “Nós acompanhamos todo o processo de criação da Lei 19.500/2018. Nossa atuação anterior na área do direito ambiental, regulatório, contratual e tributário contribuiu para a rapidez com que foi definido do texto-base do projeto de lei”, declara Monroe Olsen, advogado e sócio coordenador do Departamento Tributário da Andersen Ballão.

A Lei 19.500/2018 estabelece regras, obrigações e instrumentos de organização, incentivo, fiscalização e apoio às cadeias produtivas dos materiais derivados da decomposição de matéria orgânica. Atribui ainda ao Poder Público a responsabilidade pelo fomento da produção e consumo de biogás e biometano gerados no Paraná, por meio de programas específicos instituídos em regulamento que promovam, por exemplo, a adição de um percentual mínimo de biometano ao gás canalizado distribuído no estado e o estabelecimento de tarifas e preços mínimos.

Com a participação nesse trabalho, a Andersen Ballão reafirma seu papel no desenvolvimento de um ambiente sustentável e em prol de uma sociedade mais justa. “Para nós da ABA é uma honra participar de um projeto como esse. Aqui temos uma visão muito clara sobre o desenvolvimento sustentável e sobre a necessidade de um ambiente juridicamente estável para a promoção do uso das energias renováveis no Brasil”, completa Olsen.

Artigos Relacionados

É possível alterar o índice de correção monetária…

O índice mais comum para reajuste de preços de contratos de locação, o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), teve alta expressiva no ano…

Leia mais

Entenda o que mudou na Recuperação Judicial e…

A Lei 14.118, de 24 de dezembro de 2020, que entrou em vigor em 23.01.2021, alterou alguns pontos relevantes da Lei de Recuperação Judicial e…

Leia mais

Notas sobre Quotas Preferenciais sem Direito a Voto…

Em 10 de junho desse ano, o Departamento de Registro Empresarial e Integração (DREI) emitiu a Instrução Normativa nº 81/2020 consolidando diversos pontos muito discutidos…

Leia mais