Artigos e Publicações

Andersen Ballão Advocacia cria Grupo de Mulheres para compartilhar experiências e desafios

Publicado em 27 de setembro de 2017

Encontros inserem-se no âmbito das recentes discussões sobre a representatividade feminina na sociedade

Carreira, mercado de trabalho, maternidade, equilíbrio entre vida pessoal e profissional são os principais temas discutidos durante os encontros promovidos pelo Grupo de Mulheres da Andersen Ballão Advocacia desde março deste ano. A ideia de criação de um grupo partiu das próprias colaboradoras do escritório que vivenciam diferentes fases da vida.

“O Grupo tem como objetivo discutir o papel da mulher na sociedade, dividido entre família e profissão, e os desafios enfrentados no ambiente de trabalho”, explica Karla Closs Fonseca, advogada e sócia da ABA, responsável pela coordenação dos encontros.

A criação do Grupo chega em um momento especial de debate sobre a representatividade feminina nos espaços públicos e privados. A Ordem dos Advogados do Brasil, por exemplo, destacou o ano de 2016 como o Ano da Mulher Advogada, projeto que se insere no contexto da implementação do Plano Nacional de Valorização da Mulher Advogada, que objetiva promover ações para a valorização da educação jurídica e de melhorias do exercício profissional da mulher. Tal Plano possui como uma de suas diretrizes a igualdade de gêneros e a participação da mulher nos espaços de poder.

O Grupo reúne-se a cada 45 dias. Alguns dos encontros contam, inclusive, com a presença de mulheres de destaque no mercado jurídico e empresarial, que realizam palestras, compartilhando suas experiências e histórias inspiradoras. A presidente do Centro Paranaense Feminino de Cultura, Chloris Justen foi a primeira convidada. Aos 94 anos, a escritora e poetisa compartilhou as histórias e conquistas vividas no decorrer de sua carreira.

Em encontro subsequente, a executiva Elaine Rodrigues, Diretora Administrativa da Alltech do Brasil Agroindustrial, trouxe contribuições e experiências muito importantes sobre a atuação da mulher no mundo empresarial. Questionada sobre a importância do Grupo, Elaine comentou: “Acho corajosa tal iniciativa, pois auxilia a expor e desmistificar alguns dos problemas enfrentados pelas mulheres dentro do ambiente corporativo”.

O último encontro contou com a participação da convidada Mayla di Martino, estudiosa do papel social das mulheres e autora da obra “Mulheres Executivas – Oportunidades Iguais Exigem Escolhas Diferentes”. A reunião foi muito proveitosa, em virtude de interessante exposição sobre os resultados de pesquisas realizadas pela convidada junto a executivas, e permitiu vasta discussão sobre formas de melhor conduzir os trabalhos do Grupo.

As reuniões contam com a ampla adesão do quadro de colaboradoras do escritório, formado por advogadas, paralegais, estagiárias e equipe administrativa. A sócia de departamento Maria Alice Boscardin, que será mãe em dezembro, conta que a troca de experiências entre as mulheres do Grupo é o maior benefício e acrescenta: “A formação de um grupo dessa natureza é importante tendo em vista a grande quantidade de mulheres que trabalham aqui, que têm o plano de ser mães ou já são mães. É um fórum de discussões para entender como o escritório está lidando com diferentes situações do universo feminino”.

Artigos Relacionados

A covid-19 pode ser considerada doença ocupacional?

O aparecimento da covid-19 e a sua disseminação pelo mundo fez com que houvesse alteração no comportamento da sociedade como um todo. Aulas presenciais foram…

Leia mais

Entenda o Marco Legal das Startups e do…

O Projeto de Lei Complementar 249/2020, apresentado pelo Poder Executivo em 20 de outubro de 2020, institui o Marco Legal das Startups e do Empreendedorismo…

Leia mais

A multa não compensatória no direito contratual brasileiro

Na redação de um contrato é necessário que as partes negociem todos os aspectos que são considerados fundamentais, sendo o contrato final o resultado de…

Leia mais