Artigos e Publicações

Participação em licitações exige precisão e transparência

Publicado em 8 de janeiro de 2020

Mercado de aquisição de bens e serviços pelo Poder Público continua envolvendo grande volume de demanda

Apesar da crise política e econômica instalada nas várias esferas do Poder Público, o Governo ainda é o maior consumidor de bens e serviços na economia brasileira. Afinal, é função do Estado garantir infraestrutura básica à população, a fim de proporcionar os serviços essenciais como saúde, transporte, segurança e habitação.

A participação nesse mercado, através de licitações gera dúvidas e exige atenção por parte das empresas participantes, que precisam de uma gestão profissional e ética nesse mercado, a fim de evitar prejuízos. Não é para menos – diariamente temos notícia de diversos escândalos de corrupção envolvendo contratos públicos, que poderiam ter sido evitados com a prevenção adequada.

A Andersen Ballão Advocacia presta serviços jurídicos nesse ramo do direito de forma multidisciplinar, especialmente através de seu Departamento de Direito Público e de seu Departamento Societário, além da colaboração de demais especialistas em temas específicos.

Para o advogado Rafael Ferreira Filippin, coordenador do Departamento de Direito Público da Andersen Ballão Advocacia, as diversas modalidades de contratação possíveis, o número de documentos exigidos, experiência a ser demonstrada, cartas comprobatórias, certidões, entre outras exigências, tornam indispensável a atuação de uma assessoria jurídica especializada. “A empresa participante precisa cumprir as exigências com precisão, por isso a assessoria jurídica deve ser ágil e preventiva, além desconhecer bem a operação e estrutura do cliente, afinal os prazos costumam ser extremamente curtos”, alerta Filippin.

Além de atuar na fase inicial dos procedimentos, a ABA também atua na elaboração das manifestações dos clientes ao longo dos processos administrativos, incluindo pedidos de esclarecimentos, a impugnação de itens do Edital e a elaboração de recursos. Quando necessário, o escritório atua também junto ao Poder Judiciário e ao Tribunal de Contas, por meio das medidas necessárias à proteção dos direitos do cliente.

Wilson J. Spinelli Andersen Ballão, coordenador do Departamento Societário do escritório, destaca que a atuação nesse mercado de compras públicas ainda exige adequações e respeito às normas de compliance, bem como garantias de transparência e ética no processo licitatório. “Sabemos que as licitações são importantes para o desenvolvimento social e econômico do país e atuamos para que nossos clientes possam participar desses processos de forma eficiente e dentro de todos os requisitos legais”, finaliza Ballão.

Artigos Relacionados

É possível alterar o índice de correção monetária…

O índice mais comum para reajuste de preços de contratos de locação, o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), teve alta expressiva no ano…

Leia mais

Entenda o que mudou na Recuperação Judicial e…

A Lei 14.118, de 24 de dezembro de 2020, que entrou em vigor em 23.01.2021, alterou alguns pontos relevantes da Lei de Recuperação Judicial e…

Leia mais

Notas sobre Quotas Preferenciais sem Direito a Voto…

Em 10 de junho desse ano, o Departamento de Registro Empresarial e Integração (DREI) emitiu a Instrução Normativa nº 81/2020 consolidando diversos pontos muito discutidos…

Leia mais