Artigos e Publicações

Retrospectiva 2017

Publicado em 8 de janeiro de 2020

De nova sede em Paranaguá ao reconhecimento como um dos escritórios mais admirados do Brasil, saiba como foi o ano da ABA

A Andersen Ballão Advocacia tem diversos motivos para terminar 2017 com muita comemoração. Conquistas e parcerias marcaram o ano, que trouxe modernização na gestão, uma nova sede em Paranaguá, parcerias internacionais e vários outros acontecimentos que contribuíram para o sucesso do escritório neste ano que está se encerrando.

No prímeiro semestre, Monroe Olsen, sócio-coordenador do Departamento Tributário, e Rafael Filippin, sócio-coordenador do Departamento de Direito Público participaram do Seminário Técnico sobre Geração de Energia Distribuída, promovido em São Paulo pela ABiogás – Associação Brasileira de Biogás e Biometano. O envolvimento intenso do escritório nesse novo ramo da economia culminou com a participação na elaboração do novo marco legal do biogás no estado de Santa Catarina, com a perspectiva de a Andersen Ballão Advocacia participar de serviços similares em outras unidades federais.

Em um momento especial de debate sobre a representatividade feminina na sociedade, foi criado, este ano, o Grupo de Mulheres da ABA. Carreira, mercado de trabalho, maternidade, equilíbrio entre vida pessoal e profissional são os principais temas discutidos durante os encontros promovidos pelo Grupo, que se reúne desde março a cada 45 dias. A ideia partiu das próprias colaboradoras do escritório, que vivenciam diferentes fases da vida. Os encontros contam com a presença de mulheres de destaque no mercado jurídico e empresarial.

Com o objetivo de modernizar a gestão do escritório, este ano, comitês foram criados para descentralizar as decisões gerenciais e contribuir com a administração de áreas como Tecnologia da Informação, Gestão de Pessoas, Controladoria, Honorários, Compliance, Comunicação e Marketing. Composto por sócios departamentais e por um sócio-coordenador, os grupos têm permitido que as decisões gerenciais da ABA em torno desses temas sejam tomadas de forma ampla e plural, com a participação de advogados experientes e sócios de diferentes departamentos. Os resultados obtidos com o novo formato de gestão já têm demonstrado o sucesso dessa escolha.

Em 2017 a Andersen Ballão Advocacia também inaugurou sua primeira filial fora de Curitiba. A cidade escolhida foi Paranaguá, no litoral paranaense. A nova sede oferece aos parceiros da cidade uma equipe especializada, com profissionais da área portuária atuando na sede, o que vem facilitando o atendimento aos diversos clientes do escritório naquela cidade.

Referência em Direito Internacional e ainda com foco no Comércio Exterior, o escritório contratou neste ano Maicon Borba, consultor específico para Direito Aduaneiro. A chegada de Maicon refletiu o objetivo do escritório em fortalecer ainda mais a internacionalização de seus clientes.

Para encerrar, a Andersen Ballão Advocacia fecha o ano em destaque no ranking dos mais admirados do Brasil. Há 10 anos o escritório vem sendo reconhecido como um dos mais admirados do país pelo ranking da Revista Análise Advocacia 500. Em 2017 foram seis menções em nível nacional, em quatro áreas do Direito (2º lugar em Ambiental; 1º lugar em Comércio Internacional, 3º lugar em Contratos Comerciais e 2º lugar em Tributário), e dois setores da economia (1º lugar em Comércio e 1º lugar em Petróleo & Gás). Além disso, na pesquisa que envolve escritórios do Paraná, a ABA, mais uma vez, se manteve em primeiro lugar.

No ranking de advogados, sete profissionais do escritório foram citados, número recorde dentre os escritórios paranaenses. Gustavo Adolfo Almeida de Almeida (três menções em nível nacional – 3º lugar Contratos Comerciais, 1º lugar em Comércio e 2º lugar em Petróleo e Gás – e 1º lugar no ranking estadual); Rafael Filippin (quarta menção individual consecutiva na área ambiental – 2014 a 2017 – em 2º lugar – e também 2º lugar no ranking estadual); Edson Fernando Hauagge (3º lugar no ranking estadual); Monroe Olsen (2º lugar no ranking estadual); Eduardo Teixeira Silveira (3º lugar no ranking estadual), Natália Villas Bôas Zanelatto (3º lugar no ranking estadual) e Wilson José Spinelli Andersen Ballão (2º lugar no ranking nacional na área Comércio Internacional e 3º lugar no ranking estadual). Os três últimos conquistaram a primeira indicação este ano.

Enfim, um ano com muitas conquistas e que demonstra o acerto do escritório em ter optado por investir e atravessar o recente cenário de crise sem retroceder, confiando na capacidade de seus profissionais e na recuperação da economia brasileira. Em 2018 continuaremos trabalhando firme, colhendo os resultados de nossos esforços e construindo diariamente o nosso futuro.

Artigos Relacionados

A covid-19 pode ser considerada doença ocupacional?

O aparecimento da covid-19 e a sua disseminação pelo mundo fez com que houvesse alteração no comportamento da sociedade como um todo. Aulas presenciais foram…

Leia mais

Entenda o Marco Legal das Startups e do…

O Projeto de Lei Complementar 249/2020, apresentado pelo Poder Executivo em 20 de outubro de 2020, institui o Marco Legal das Startups e do Empreendedorismo…

Leia mais

A multa não compensatória no direito contratual brasileiro

Na redação de um contrato é necessário que as partes negociem todos os aspectos que são considerados fundamentais, sendo o contrato final o resultado de…

Leia mais