Artigos e Publicações

Entrevista exclusiva com o maestro Stefan Geiger

Entrevista exclusiva com o maestro Stefan Geiger

Publicado em 01/04/2022

Conheça um pouco mais sobre o regente que acompanhou a Orquestra Sinfônica do Paraná durante seis anos consecutivos

 

Quando chegou ao Brasil para colaborar com a Orquestra Sinfônica do Paraná (OSP), em 2016, o alemão Stefan Geiger não imaginava a ligação que construiria com o Brasil e todas as performances memoráveis que viriam na esteira dessa parceria. Ao longo de seis anos como maestro titular, ele ajudou a idealizar o Instituto de Apoio à Orquestra Sinfônica do Paraná (IAOSP), do qual o Dr. Ballão é presidente, e trouxe públicos diferentes para a plateia. Mesmo sem ligação com a OSP, desde dezembro de 2021, ele permanece como mentor e amigo.

Nesta entrevista, concedida pouco após o concerto de abertura da programação da OSP de 2022, no Teatro Guaíra, em Curitiba, o músico falou de seu interesse e legado na cidade:

Qual a sensação de deixar Curitiba após tantas colaborações?

Stefan – Parece que foi ontem…. Trabalhei por seis anos com a Orquestra Sinfônica do Paraná e, quando olho para trás, fico incrivelmente agradecido por tudo que aconteceu nos últimos anos.

Quais foram as suas realizações mais marcantes por aqui?

Stefan – Juntos pudemos trazer muitos jovens músicos talentosos para a OSP. Ampliamos o repertório da orquestra, com a realização de óperas, após muito tempo sem esse estilo musical na casa. Também investimos em filmes-concerto, com os quais trouxemos muitas pessoas pela primeira vez ao Teatro Guaíra para ouvir música clássica. Enquanto isso, a OSP criou uma grande base de fãs que comparecem a cada concerto. Nossa participação em 2019 no Festival de Campos do Jordão, pela primeira vez, certamente foi um destaque e ficará nas minhas memórias para sempre.

Qual sua relação com Curitiba, que completou 329 anos?

Stefan – Mesmo agora em que não poderei estar presente com tanta frequência, sempre terei uma parte do meu coração nessa cidade linda. Sou grato pelo meu tempo no Paraná, e sempre voltarei, quando possível. E quero salientar: sem o apoio dos meus caros amigos do IAOSP, todo esse desenvolvimento da orquestra não teria sido possível. Muito obrigado!

Matérias Relacionadas

Observatório da Cultura Paranaense promove união de entidades inédita no estado

Observatório da Cultura Paranaense promove união de entidades inédita no…

Com assessoria jurídica da Andersen Ballão Advocacia, entidade apoia projetos culturais, científicos, históricos, literários, artísticos, gastronômicos, entre outros   Sediado oficialmente no prédio histórico do…

Leia mais
Orquestra Sinfônica do Paraná abre temporada com obras selecionadas pelo maestro Stefan Geiger

Orquestra Sinfônica do Paraná abre temporada com obras selecionadas pelo…

IAOSP realiza apresentação no palco do Guairão com obras de Tchaikovsky, Grieg e Ronaldo Miranda   A união do clássico e do contemporâneo, do internacional…

Leia mais
Cultura e Terceiro Setor terão projetos de grande destaque em 2022

Cultura e Terceiro Setor terão projetos de grande destaque em…

Andersen Ballão Advocacia tem departamento exclusivo para as duas áreas e pode orientar empresas em seus planejamentos do ano Ao longo de 2021, a Andersen…

Leia mais