Artigos e Publicações

Voluntariado remoto é oportunidade para empresas ampliarem atividades sociais na pandemia

Voluntariado remoto é oportunidade para empresas ampliarem atividades sociais na pandemia

Publicado em 29 de setembro de 2021

Descubra como cada setor pode utilizar essa modalidade para marcar presença na área de responsabilidade social

 

Sua empresa dá oportunidade aos funcionários de trabalhar como voluntários? O contingente de pessoas atuantes nesse tipo de atividade é considerável no país. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), eram 6,9 milhões de voluntários em 2019, correspondendo a 4% da população. Com a devida orientação e a vantagem que o trabalho remoto proporciona, empresas de todos os setores podem dar sua contribuição ao seu entorno e garantir a segurança sanitária ao mesmo tempo.

“As novas tecnologias crescem desenfreadamente e tomam conta das atividades diárias das pessoas e das empresas, especialmente após esse período de quarentena, e a preocupação com a responsabilidade social não poderia ficar à parte”, destaca a coordenadora do Departamento de Assuntos Culturais e Terceiro Setor da Andersen Ballão Advocacia (ABA), a advogada Marcella Souza. A pandemia da covid-19 tornou essa realidade ainda mais evidente, o que exige a adaptação dos departamentos de responsabilidade social para atender aos seus propósitos filantrópicos e de apoio à comunidade em geral. “Tanto o terceiro setor quanto empresas comprometidas com a sociedade estão fazendo a diferença com as atividades sociais onde a pandemia mais afetou a população, em diversos contextos”, lembra Marcella.

Mas como identificar as possibilidades dentro da sua empresa e apoiar seus colaboradores para realizar o voluntariado? Primeiro, é preciso realizar um diagnóstico da empresa para entender em que áreas ela está pronta a atuar como voluntária, e ainda quais atividades podem ser realizadas remotamente. Alguns exemplos são o gerenciamento de redes sociais, a captação de recursos, algumas etapas do apoio administrativo ou jurídico, a contabilidade, ensino remoto ou mesmo projetos específicos por completo de projetos sociais.

Assim como no trabalho tradicional, é crucial manter uma comunicação assertiva e transparente, e para isso podem ser usadas ferramentas simples como grupos de trabalho e reuniões online semanais.

“Com relação às novas atividades, incorporadas em decorrência do período da pandemia, tanto para entidades sem fins lucrativos quanto para as empresas, é importante sempre ter o respaldo e a assessoria jurídica, administrativa e financeira em suas execuções”, destaca a advogada.

Para ela, novas possibilidades podem surgir desse momento de reinvenção das empresas, e uma assessoria capacitada pode ajudar nessa orientação.

Comunicação Andersen Ballão Advocacia

Matérias Relacionadas

Reabertura, ainda que parcial, traz novo fôlego aos agentes culturais

Reabertura, ainda que parcial, traz novo fôlego aos agentes culturais

IAOSP grava série de vídeos no Teatro Guaíra e espera logo poder contar com o público presente   Com a reabertura de alguns espaços culturais…

Leia mais
Mesmo com a pandemia, adoções e acolhimentos foram mantidos no país

Mesmo com a pandemia, adoções e acolhimentos foram mantidos no…

Justiça acelerou processos e muitas crianças ganharam um novo lar   Apesar de o número de adoções de crianças e adolescentes ter caído em média…

Leia mais
ABA apoia boa ação de escoteiros para atender famílias que vivem abaixo da linha da pobreza em Almirante  Tamandaré

ABA apoia boa ação de escoteiros para atender famílias que…

Grupo Escoteiro São Luiz de Gonzaga, Andersen Ballão Advocacia e outros parceiros arrecadaram 8 toneladas de alimentos em maio   O Grupo Escoteiro São Luiz…

Leia mais