Artigos e Publicações

Conheça as histórias por trás da sede da ABA, nosso casarão repleto de memórias

Publicado em 03/05/2023

Escritório atua no mesmo endereço há 20 anos, preservando a história e a memória da capital paranaense

Atender seus clientes em todas as demandas jurídicas de que necessitem e, ao mesmo tempo, preservar a memória de Curitiba. É assim que a Andersen Ballão Advocacia atua há quatro décadas, desde sua fundação, em 1979.

Quase a metade desse tempo passamos em nosso casarão histórico da Avenida Jaime Reis, número 86, em frente às Ruínas de São Francisco, em Curitiba: nossa “nova” sede completou 20 anos em abril.

O local, uma joia do patrimônio histórico e cultural da capital paranaense, no Alto São Francisco, foi erguido na década de 1940, em estilo neoclássico, e conserva as características originais da arquitetura da época da construção.

Em um dos cenários mais tradicionais e culturais da capital paranaense, o casarão foi escolhido para abrigar a sede principal do grupo, chamada de ABA 1. “Celebramos esses 20 anos como um espaço dedicado à advocacia. Ao longo desse tempo, o imóvel que abriga o escritório uniu valores históricos com reestruturações tecnológicas, refletindo a integração entre tradição e inovação que fazem parte da essência da Andersen Ballão Advocacia”, conta Gil Justen Santana, gerente jurídico da ABA.

Ocupar o espaço de alguma maneira era um sonho de criança do Dr. Wilson Ballão, fundador da Andersen Ballão Advocacia, que era frequentador da região. “Ainda no fim da década de 1990, eu passava pela casa e lembrava da minha infância. Via que o local precisava de cuidados e desejava me dedicar a isso”, relata Ballão. A negociação para a compra do imóvel durou quatro anos. Depois da aquisição, o local precisou passar por muitas reformas.

De acordo com o registro histórico, antes mesmo que fosse ocupado por moradores, toda a imponência do imóvel já atraía a atenção da população e, por alguns meses, ele chegou a ser aberto à visitação. Além da arquitetura que chama a atenção, diversos móveis também foram desenhados exclusivamente para a residência e até hoje fazem parte da decoração do escritório. É o caso de um lustre, tapetes e um espelho confeccionado no ano de 1947.

Tradição e tecnologia lado a lado

Na comemoração dos dez anos de permanência do escritório Andersen Ballão no casarão, outra reforma foi realizada, dessa vez no jardim do imóvel, para manter os cuidados e preservar a beleza da suntuosa edificação. Agora, nos 20 anos da sede ABA 1, o escritório inaugura suas ilhas digitais: salas para videoconferência individuais, com todo conforto e paredes de vidro, que unem a preservação da natureza com a tecnologia necessária ao modelo híbrido.

“Mais do que trabalhar, para nós, do time da ABA, é um privilégio realizar as atividades profissionais e receber os nossos clientes em um prédio com ambiente sereno, que inclui um amplo jardim e obras artísticas, colaborando para equilibrar o clima de seriedade da advocacia. Também temos a sorte de contar com uma bela paisagem do centro histórico visto de nossas janelas”, comenta Justen.

Matérias Relacionadas

Primeira obra de Alfredo Andersen no Brasil é doada ao…

“Porto de Cabedelo” revela paisagem da chegada do pintor ao Brasil Ao chegar no Brasil, o pintor Alfredo Andersen (1860-1935) retratou a paisagem que avistava,…

Leia mais

Veja como a ABA uniu tecnologia e natureza no mundo…

Criação de salas para audiências online com janelas de vidro permite silêncio e conforto Com a intensificação da transformação digital durante a pandemia da covid,…

Leia mais

Nova temporada do programa de entrevistas Escuta traz o cantor…

Produzida pelo Instituto de Apoio à Orquestra Sinfônica do Paraná, série online debate temas da cultura contemporânea   Em consonância com sua histórica relação com…

Leia mais