Artigos e Publicações

Terceiro Setor representa 4,27% do PIB brasileiro

Publicado em 03/05/2023

Organizações também empregam mais de 6 milhões de pessoas no país

Quando pensamos em Terceiro Setor no Brasil, estamos falando de mais de 815 mil organizações com diversas áreas de atuação. E as empresas dos mais diferentes segmentos da economia precisam aprender a se relacionar melhor com elas, seja por meio do apoio a projetos socioambientais no contexto ESG, seja através de iniciativas próprias. Para além da responsabilidade que o setor privado tem com seu entorno e o impacto que sua atuação promove, alguns números chamam a atenção: o Terceiro Setor contribui com 4,27% do PIB brasileiro e gera mais de 6 milhões de postos de trabalho.

“A pandemia trouxe maior destaque para a relevância dessas organizações com as ações emergenciais em todo o país. Mas a ascensão da área vem desde o período de redemocratização, momento de garantia de direitos individuais e sociais fundamentais, e consequentemente de aumento das organizações da sociedade civil”, pondera a advogada Marcella Souza, coordenadora do Departamento de Assuntos Culturais e Terceiro Setor da Andersen Ballão Advocacia (ABA).

“Somado a isso, tivemos a vontade popular de agir em problemas relevantes para a comunidade; a oportunidade gerada por políticas governamentais de que as organizações atuem onde o governo não consegue chegar; e a possibilidade de prestação de serviços de responsabilidade social para empresas com fins lucrativos.”

Entenda o Movimento por uma Cultura de Doação

A pandemia também intensificou o Movimento por uma Cultura de Doação, criado em 2013 por pessoas físicas e jurídicas para promover doações de forma estrutural, de maneira que as organizações públicas e privadas mantenham esse hábito de forma permanente.

Esse mesmo movimento permitiu o levantamento de dados, como os citados no início da matéria, por meio de estudo coordenado pela Sitawi Finanças do Bem. A pesquisa inédita ajuda a entender os meandros para a captação de recursos, tão necessária à sobrevivência desses projetos. Ela revelou que o Terceiro Setor arrecadou R$ 423 bilhões em 2022, e que os empregos gerados por sua atuação correspondem a 5,88% de toda a força empregada no país.

Além disso, o Terceiro Setor também gera R$ 86,4 bilhões anuais em remuneração, tanto com salários pagos quanto com contribuições sociais.

“O Terceiro Setor movimenta a economia, e, num sistema capitalista como o nosso, é essa a linguagem que importa: quanto contribui para o PIB e quantos empregos gera. Isso acaba também desconstruindo aquela imagem apenas do voluntariado e da caridade, do jantar beneficente, da entrega de doações em creches, asilos etc. Coisas que de fato acontecem e são importantes, mas não se trata apenas disso: o Terceiro Setor representa um profissionalismo a serviço do benefício público e do desenvolvimento do país”, salienta Marcella.

“Essas informações são essenciais para dar base a mais políticas públicas para a área, mais credibilidade e visibilidade sobre os impactos alcançados. Mensurar o valor econômico do Terceiro Setor, nacional e regionalmente, como traz essa pesquisa, abre caminhos para seu fortalecimento, seja sob o aspecto interno organizacional do setor, ou em sua relação com outros setores da economia, grandes empresas e políticas públicas governamentais”, explica a advogada.

Matérias Relacionadas

Cultura vive retomada e busca diálogo com a sociedade civil

Ações governamentais impulsionam o importante momento que o país vem vivenciando e abre espaço para apoio das empresas ao terceiro setor As boas previsões para…

Leia mais

Mesmo sem fins lucrativos, OSCs podem ter atividade econômica

Trabalhar em benefício de um grupo ou causa não precisa excluir a geração de receita para entidades do terceiro setor  Assim como qualquer empresa ou…

Leia mais

Filantropia empresarial anda na contramão da riqueza no Brasil

País ocupa a 122ª posição no índice de doação da iniciativa privada mundial, contradizendo a realidade dos EUA e Europa O Brasil se encontra entre…

Leia mais